Votos de bolivianos na Argentina e no Brasil garantem controversa reeleição de Evo Morales

Compartilhe


Morales afirmou que a vitória é constitucional e acusou adversários de tentarem um golpe; o principal rival, Carlos Mesa, falou em fraude, disse que não aceitaria o resultado e convocou protestos pacíficos pelo país.

Morales afirmou que a vitória é constitucional e acusou adversários de tentarem um golpe; o principal rival, Carlos Mesa, falou em fraude, disse que não aceitaria o resultado e convocou protestos pacíficos pelo país.