Mais de 30 tripulantes testam positivo para Covid-19 após surto em cruzeiro norueguês

Compartilhe

60 dos 180 passageiros foram isolados para observação após desembarque no porto de Tromsø, na Noruega

EFECruzeiro norueguês registrou surto de coronavírus em primeira viagem após retomada

A empresa de navegação norueguesa Hurtigruten informou neste sábado (1º) que 33 tripulantes do cruzeiro Roald Amundsen deram positivo para coronavírus em testes realizados em 158 trabalhadores que estavam no navio. Não há mais passageiros na embarcação, pois os 180 que estavam a bordo desembarcaram nesta sexta-feira (31) no porto de Tromsø, onde foram mantidas sob observação.

O número de tripulantes que deram positivo ainda pode variar. Até agora, apenas 120 resultados negativos foram confirmados, enquanto há cinco casos em que o teste terá que ser repetido. Quatro dos trabalhadores infectados já haviam sido isolados alguns dias antes, quando foi notado que apresentavam sintomas da doença. O restante está assintomático.

A empresa também alega que não foram detectados casos suspeitos entre os passageiros. No entanto, 60 deles foram colocados em isolamento após desembarcarem em Tromsø, e agora as autoridades sanitárias norueguesas recomendaram que todo mundo que estava a bordo seja testado e permaneça em quarentena domiciliar. A Noruega computou até agora 9.249 casos de infecção por coronavírus, com 256 mortes por Covid-19.

*Com EFE