Golpes no Tinder e Happn cresceram nos últimos anos

Compartilhe

Estima-se que, até 2023, o número de usuários de serviços de namoro online em todo o mundo seja de mais de 328 milhões. Esse é um mercado muito promissor no Brasil — a previsão de receita no País para 2019 é de US$ 12 milhões. Mas, por serem tão populares, os aplicativos e sites de namoro também são alvos de muitos criminosos virtuais.

Modalidades de golpes

A ESET, empresa de detecção de ameaças, explica que, na maioria dos casos, os criminosos estudam os perfis das vítimas e coletam informações pessoais, como atividade de trabalho, nível de renda ou estilo de vida. Essa coleta de informações é mais fácil por conta da superexposição das pessoas em redes sociais e do gerenciamento inadequado de informações pessoais no ambiente digital — que possibilitam ao cibercriminoso criar um perfil bastante detalhado de um usuário e usar estes dados contra a pessoa.

A modalidade mais comum é a manipulação emocional da vítima para enviar dinheiro, presentes ou informações pessoais. Outro golpe usual é a sextorção, no qual o criminoso tenta obter fotos ou vídeos íntimos da vítima para depois chantageá-la.

Outro tipo de trapaça habitual é o catfishing, no qual um indivíduo cria um perfil falso para enganar a vítima. Esse golpe tem finalidades diferentes, entre elas obter dinheiro, comprometer a vítima de alguma forma ou simplesmente incomodar o usuário.

Golpes relacionados a sites: uma ameaça global

Na Austrália, em 2018, foram registrados 3.981 casos de fraudes relacionadas a encontros online, causando perdas de mais de 24 milhões de dólares. Em 2019, já há 349 casos envolvendo prejuízos de mais de um milhão de dólares australianos, de acordo com a Comissão Australiana de Concorrência e Consumo.

No Reino Unido, o Escritório Nacional de Inteligência Contra Fraudes revelou, em 2017, que um caso de fraude relacionado a encontros online foi relatado a cada três horas. Enquanto dados mais recentes da Action Fraud revelaram que, em 2018, mais de 4.500 reclamações sobre fraude foram registradas em romances online. Estima-se que 63% das vítimas são mulheres, de acordo com a BBC.

O caso mais conhecido na América Latina ocorreu na Argentina, em 2017. Por meio de um golpe no Tinder, um indivíduo contatou a vitima dizendo que procurava um relacionamento sério, mas que vivia a milhares de quilômetros de distância. O criminoso enviou fotos falsas, tiradas da internet, e pediu o número de telefone da vítima para que se comunicassem fora do aplicativo.

Depois de ganhar a confiança da pessoa, o criminoso explicou que enviou um pacote com um presente muito caro, mas que o pacote foi retido na Malásia e que, para liberar a entrega, ele deveria pagar 2000 dólares. Finalmente, ele explica à vítima os passos para realizar a transferência e promete que, quando se encontrarem pessoalmente, ele devolverá o dinheiro. Obviamente, o dinheiro nunca foi devolvido.

O Laboratório de Pesquisa da ESET dá algumas recomendações a serem lembradas na hora de apostar nos aplicativos e sites de namoro:

– Se você conhece alguém que depois de alguns contatos começa a expressar sentimentos muito profundos e pede para continuar conversando fora do aplicativo ou site, é importante ter cuidado. O fato de querer sair da plataforma em que se encontraram deve ser suficiente para estar alerta.

– Suspeitar se você identificar certas inconsistências entre o que o individuo conta e o que você vê nos perfis de mídia social.

– Se depois de algumas semanas ou meses a pessoa pedir dinheiro, não envie, especialmente para alguém com quem não tenha se encontrado pessoalmente.

– Suspeite de alguém que sempre tem uma desculpa para não te encontrar pessoalmente.

– Pesquise na web as imagens que você recebeu ou que o individuo usa em sua conta para confirmar que a pessoa é quem diz ser. Desta forma, você pode confirmar se as fotos são legítimas ou se foram  retiradas da internet. Você pode usar o Google Images ou o TinEye para isso.

– Nunca compartilhe com a pessoa que você está conhecendo informações que podem comprometer você, como fotos ou vídeos, especialmente se você não a conhece pessoalmente.

– Se você decidir encontrar alguém que tenha conhecido online, avise algum parente ou amigo do local e horário, para que alguém esteja ciente.

A Consumer Electronics Show (CES) 2019 acontece do dia 8 ao dia 11 de janeiro, em Las Vegas, Nevada, EUA. Organizada pela Consumer Technology Association, é um evento anual de tecnologia voltado para a inovação de produtos eletrônicos de consumo e novas tecnologias. Veja a seguir alguns dos aparelhos apresentados no evento. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.