Ajax cancela contrato de jogador que ficou em coma por 2 anos e 9 meses

Compartilhe

EFEAbdelhak Nouri desmaiou em campo durante partida do Ajax contra o Werder Bremen

O Ajax vai cancelar o contrato do jogador Abdelhak Nouri, que na última semana acordou de um coma após dois anos e nove meses. O holandês sofreu uma arritmia cardíaca durante um amistoso da equipe em 2017 contra o Werder Bremen, da Alemanha.

De acordo com informações do jornal De Telegraaf, a decisão se deu por uma política de redução de custos adotada pelo clube diante da pandemia do coronavírus. Assim como Nouri, que completa 23 anos na próxima quinta-feira, o clube está rescindindo contrato com outros atletas.

A suspensão do contrato é mais um capítulo na batalha jurídica envolvendo o clube e a família do jogador. Em 2018, o Ajax reconheceu que tratou a questão de forma inadequada. Se alguns procedimentos no atendimento do jogador após a lesão tivessem sido seguidos, poderiam ter evitados danos cerebrais ao jogador.

A imprensa holandesa especula que o Ajax ofereceu 5 milhões de euros como compensação, mas a família não aceitou. O ex-jogador terá agora que lidar com as consequências do trauma. Nouri não consegue se comunicar verbalmente, só com movimentos de sobrancelha. Apenas come e franze a testa.